Monarquicos.com Monarquicos.com Fórum Monarquicos.com Vídeos Monarquicos.com Adicionar aos Favoritos
Engº Nuno Camara Pereira
Engº Nuno Camara Pereira Engº Nuno Camara Pereira
2008.10.02 20:42h
Entrevista ao Sr. Engº Nuno Camara Pereira, Presidente do Partido Popular Monárquico, sobre as eleições legislativas dos Açores.
Imprimir Imprimir este artigo • Texto : Pequeno Normal Grande
Fechar
Enviar artigo por email
Indique o endereço de e-mail para o qual deseja enviar uma mensagem contendo um link para este artigo:

Como olha a presente aposta do PPM para as eleições Regionais dos Açores? Foram encontrados os Homens certos para as funções certas?

Constituem os Açores, no panorama político português, um excelente exemplo de liberdade e defesa dos direitos fundamentais. É capital por isso que o mosaico nacional se possa reflectir e ser reflectido numa comunhão de valores entre comunidades diferentes, que a geografia ditou e todos os portugueses determinaram.

Para o PPM, pequeno partido de grandes valores e poucos interesses a sua presença no meio do Atlântico, só por si vincula a sua projecção e modernidade politica fundamentada nas tradições lusíadas.

Todas as pessoas envolvidas nestas ideias são bem vindas, tendo em conta o cada vez maior descrédito dos Partidos dito convencionais, que têm arrastado.

O país para o descalabro das ideias e valores fundamentais, sem os quais não se encontram projectadas no futuro a matriz moral da sociedade portuguesa.

Em 2005, o PPM-A conquista uma importante vitória na Ilha do Corvo.Acredita que o trabalho entretanto efectuado pelo Sr. Dr. Paulo Estêvão, permitirá manter ou até mesmo aumentar a adesão dos Açorianos ao PPM-A?

Tem sido o Dr Paulo Estêvão com uma persistência, fé, determinação e juventude quem tem projectado o PPM nos Açores. É a prova de que todos nós podemos fazer do nada, tudo aquilo em que acreditamos; sem meios sem estrutura e sem gente o PPM transformou-se em pouco tempo na terceira força politica dos Açores…diz tudo. 

Como olha para os Açores e para o papel a que o PPM-A se propõe a realizar?

Os Açores, como sabe, têm junto dos monárquicos democratas e constitucionais a maior gesta e reserva de ideias que a historia soube preservar. Este arquipélago é um exemplo de futuro que a emigração atroz fez catapultar do passado. Sem sofrimento o homem não progrediria, e deixar-se-ia facilmente levar para caminhos egocêntricos contrários aos valores, que qualquer politica social deverá ter em conta.

Um pequeno, grande Partido como o PPM e um pequeno grande território como os Açores, fácil e naturalmente estarão mais próximos do que qualquer outra geminação…as cores das suas ideias o revelam simbolicamente através das suas bandeiras…a harmonia entra os deveres da riqueza e a fragilidade das famílias que reclamam direitos de maior dignidade social nas suas vidas.

Sendo os Açores hoje a Região Portuguesa com maior crescimento económico, considera que estes deverão ser um exemplo a copiar pelo Continente?

Sem duvida…a degradação de costumes no continente determinaram o colapso eminente a que assistimos todos, por inépcia e por egoísmo de uma classe dominante, dominada por vícios contrários á evolução; que exige uma maior paridade e justiça social sem a qual, afastará as comunidades regionalizadas da matriz comum, com terríveis consequências na harmonia e no bem-estar das populações, arrastando-as para fenómenos contrários à união territorial pela falta de união económica.

Acredita que o papel que o PPM tem mantido nos Açores, relativamente a outras Regiões Nacionais, é representativo de uma maior ligação entre os Açorianos e a Monarquia?

Não só os Açorianos, como todos nós…todo o bom êxito que o PPM tem augurado, promove obviamente de forma consistente, as ideias que a monarquia defende para o país, aonde o homem será sempre o centro das suas atenções, contrariamente ao Estado ,que a republica tanto promove da forma mais nefasta possível…

Acredita que deva a "reconquista" de Portugal pela Monarquia ser feita Região a Região, por forma a "conquistar" os Portugueses?

Obviamente essa a única forma democrática de provar as ideias monárquicas e  de as promover .Um trabalho de tostões para milhões… 

Acredita que o PPM tem feito o seu papel quanto à salutar exposição do que é, ou seria, a Monarquia em Portugal?

Não. De forma alguma…há muito mais à volta da ideia monárquica, mas fazemos o que se pode com a qualidade e a quantidade de pessoas de que dispomos…ainda há muito mas muito mais por fazer, cabendo aqueles que se dizem monárquicos darem um exemplo de humildade e serviço que não sabem ter…monarquia não é anarquia nem se impõe por direito…

Paulo Especial
Comentar Comentar
  Anónimo
log-in? | registar
Restam 1200 caracteres
Comentários Comentários (3)
Anónimo 24.10.2008 23:49:35
caros amigos ,sei de pessoas que para aí enviaram varios comentarios a esta entrvista,e aqui ...nada! porquê?
Anónimo 15.10.2008 13:28:33
Para não variar, a entrevista está brilhante. O Eng.º Nuno da Camara Pereira demonstra uma consciência e sentido apurados daquilo que está a ser feito e daquilo que se pode e deveria fazer. Há um plano, uma ideia consistente; assim haja apoiantes para sua concretização. Um abraço. RP
Anónimo 08.10.2008 12:09:46
Brilhante!... RP