Monarquicos.com Monarquicos.com Fórum Monarquicos.com Vídeos Monarquicos.com Adicionar aos Favoritos
Registar Registe-se neste Fórum (Gratuito)   Entrar Entrar no Fórum
Data: Sex Dez 13, 2019 10:42
Índice do Fórum : Espaço Cultural
Espaço da Poesia
Ir à página Anterior  1, 2, 3 ... 43, 44, 45 ... 49, 50, 51  Próximo

Beladona
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2733
Local: Algarve
Mensagem Enviada: Sex Set 13, 2019 20:47     Assunto : Responder com Citação
 
Um belo e sentido soneto de Florbela Espanca...

Alma Perdida

Toda esta noite o rouxinol chorou,
Gemeu, rezou, gritou perdidamente!
Alma de rouxinol, alma de gente,
Tu és, talvez, alguém que se finou!

Tu és, talvez, um sonho que passou,
Que se fundiu na Dor, suavemente...
Talvez sejas a alma, a alma doente
D’alguém que quis amar e nunca amou!

Toda a noite choraste... e eu chorei
Talvez porque, ao ouvir-te, adivinhei
Que ninguém é mais triste do que nós!

Contaste tanta coisa à noite calma,
Que eu pensei que tu eras a minh'alma
Que chorasse perdida em tua voz!
...
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail

Beladona
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2733
Local: Algarve
Mensagem Enviada: Sáb Set 14, 2019 20:08     Assunto : Responder com Citação
 
Da poetisa moçambicana Noémia de Sousa que muito prezo...

...Para ti caçador de estrelas nas matas africanas...onde quer que estejas...que me deste um dia o livro "Sangue Negro" que tanto desejava e tanto te custou encontrar e do qual tiro este poema... <3

Um Dia

Quando este nosso Sol ardente de África
nos cobrir a todos com a benção do mesmo calor,
quero ir contigo, amigo,
de mãos dadas, deslumbrados,
pelos trilhos abertos da nossa terra estranha,
adubada com sangue e suor de séculos...

Nas machambas,
o ruído repercutido de tractor
soará como uma canção de triunfo.
Nas matas,
as tutas já não serão aves apenas
e no centro da vida,
nosso irmão negro, quebradas as grilhetas,
celebrará seu segundo nascimento
num batuque diferente de todos os outros...

Uma luz clara e doce se abrirá para todos
e nós iremos de mãos dadas,
amigo,
pelos trilhos verdes de Moçambique.

Na noite,
não mais soluçarão, estertoradas,
canções marimbadas por irmãos naufragados
(Ô mamanô! ô tatanô!),
não mais a acusação muda dos olhos precoces
de crianças de ventres empinados
não mais jaulas erguidas para os inconformistas
gritando gritos de sangue
através de tudo!

Não mais, noite...
E nós iremos de mãos dadas,
amigo,
pelos trilhos abertos de Moçambique,
mergulhados no clarão eterno do dia infindável.
...
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail

Beladona
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2733
Local: Algarve
Mensagem Enviada: Seg Set 23, 2019 20:42     Assunto : Responder com Citação
 
Um muito actual poema sobre o Tempo de Sophia de Mello Breyner Andresen...

Tempo de solidão e de incerteza
Tempo de medo e tempo de traição
Tempo de injustiça e de vileza
Tempo de negação

Tempo de covardia e tempo de ira
Tempo de mascarada e de mentira
Tempo que mata quem o denuncia
Tempo de escravidão

Tempo dos coniventes sem cadastro
Tempo de silêncio e de mordaça
Tempo onde o sangue não tem rastro
Tempo de ameaça

in “Livro Sexto”
...
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail

Beladona
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2733
Local: Algarve
Mensagem Enviada: Ter Set 24, 2019 20:56     Assunto : Responder com Citação
 
Um belo poema de N. Rodriguez...

Eu sou de todas as cores
de todos os sons,
de todas as dores,
de todos os tons.
Sou água, terra, fogo e ar
Sou brisa, sou tempestade
Sou lua minguante, sou lua cheia
Sou pegadas na areia
Sou a rosa e o espinho
Sou afeto e sou
Sou sol, sou maresia
Sou barulho, sou melodia
Sou razão, sou sentimento
Sou a eternidade e o momento
Sou matéria, sou espírito
Sou a doença e o antídoto
Sou séria, sou anarquista
Sou menina, sou mulher
Sou o que me der na telha
Sou o que você quiser
E mesmo assim, imperfeita,
me dou por satisfeita.
...
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail

Beladona
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2733
Local: Algarve
Mensagem Enviada: Qua Set 25, 2019 23:06     Assunto : Responder com Citação
 
Um belo e sentido soneto de José Carlos Ary dos Santos...

Invento-te recordo-te distorço
a tua imagem mal e bem amada
sou apenas a forja em que me forço
a fazer das palavras tudo ou nada.

A palavra desejo incendiada
lambendo a trave mestra do teu corpo
a palavra ciúme atormentada
a provar-me que ainda não estou morto.

E as coisas que eu não disse? que não digo:
meu terraço de ausência meu castigo
meu pântano de rosas afogadas.

Por ti me reconheço e contradigo
chão das palavras mágoa joio e trigo
apenas por ternura levedadas.
...
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail

Beladona
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2733
Local: Algarve
Mensagem Enviada: Qui Set 26, 2019 19:25     Assunto : Responder com Citação
 
Um belíssimo poema de Susana Maurício...

Meu Nome é.. Mulher!

Meu nome é Mulher!
Mulher madura...
com seu lado de menina.
Mulher que chora...
e igualmente sorri.
Mulher Guerreira...
que mantém a ternura.
Mulher ausente...
para não mostrar o que nela está latente.
Mulher Tímida...
com seu lado de atrevida.

Meu nome é Mulher!
Mulher frágil...
com força nela presente.
Mulher rebelde...
... mas repleta de doçura.
Mulher que grita...
por tudo o que acredita.
Neste todo incompleto,
mostro um pouco do meu ser.

Meu nome é Mulher!
Mulher!
Com defeitos e virtudes,
manterei minha Dignidade,
em toda a sua plenitude.
A vida em mim assim flui.
Enquanto existir no meu ser,
um sopro de vida latente,
sempre irei resistir,
e fazer desta maneira do Amor,
meu lema... meu estandarte!

Meu nome é Mulher!
Mulher que Ama...
e que só no Amor
encontra a solução,
p'ra vivermos como irmãos.
É urgente Acreditar!
A vida não pára... é tão rara.
Lembra-te Mulher:
Viver é permitido...
... desistir é proibido!

Meu nome é Mulher!
VIVE!
Mostra o ser único que és:
Mulher de mil facetas,
que encerras dentro de ti.
Solta com naturalidade o teu Eu,
por quem e pelo que és!
Meu nome... teu nome...
é Mulher!
Mostra por actos... age,
não temas...
mostrar tua essência
de Mulher...
...Mulher!
De Dignidade vestida!!!

©Susana Maurício
2013
(ao abrigo do código do direito de autor)
...
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail

Beladona
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2733
Local: Algarve
Mensagem Enviada: Sex Set 27, 2019 20:32     Assunto : Responder com Citação
 
Um lindo poema de Rosa Lobato Faria...

Quem me quiser há-de saber as conchas
a cantiga dos búzios e do mar.
Quem me quiser há-de saber as ondas
e a verde tentação de naufragar.

Quem me quiser há-de saber as fontes,
a laranjeira em flor, a cor do feno,
a saudade lilás que há nos poentes,
o cheiro de maçãs que há no Inverno.

Quem me quiser há-de saber a chuva
que põe colares de pérolas nos ombros
há-de saber os beijos e as uvas
há-de saber as asas e os pombos.

Quem me quiser há-de saber os medos
que passam nos abismos infinitos
a nudez clamorosa dos meus dedos
o salmo penitente dos meus gritos.

Quem me quiser há-de saber a espuma
em que sou turbilhão, subitamente
- Ou então não saber coisa nenhuma
e embalar-me ao peito, simplesmente.
...
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail

Beladona
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2733
Local: Algarve
Mensagem Enviada: Sáb Set 28, 2019 21:59     Assunto : Responder com Citação
 
Um belo soneto de Vinicius de Moraes...

Soneto de Inspiração

Não te amo como uma criança, nem
Como um homem e nem como um mendigo
Amo-te como se ama todo o bem
Que o grande mal da vida traz consigo.

Não é nem pela calma que me vem
De amar, nem pela glória do perigo
Que me vem de te amar, que te amo; digo
Antes que por te amar não sou ninguém.

Amo-te pelo que és, pequena e doce
Pela infinita inércia que me trouxe
A culpa é de te amar - soubesse eu ver

Através da tua carne defendida
Que sou triste demais para esta vida
E que és pura demais para sofrer.
...
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail

Beladona
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2733
Local: Algarve
Mensagem Enviada: Dom Set 29, 2019 19:58     Assunto : Responder com Citação
 
Um pequeno poema de Alberto Caeiro...

Eu não tenho filosofia: tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
Mas porque a amo, e amo-a por isso,
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe por que ama, nem o que é amar ...
Amar é a eterna inocência,
E a única inocência não pensar...
...
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail

Beladona
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2733
Local: Algarve
Mensagem Enviada: Seg Set 30, 2019 20:41     Assunto : Responder com Citação
 
Um lindo poema de Carlos Drummond de Andrade .....

Amar se Aprende Amando

O tempo passa? Não passa
no abismo do coração.
Lá dentro, perdura a graça
do amor, florindo em canção.

O tempo nos aproxima
cada vez mais, nos reduz
a um só verso e uma rima
de mãos e olhos, na luz.

Não há tempo consumido
nem tempo a economizar.
O tempo é todo vestido
de amor e tempo de amar.

O meu tempo e o teu, amada,
transcendem qualquer medida.
Além do amor, não há nada,
amar é o sumo da vida.

São mitos de calendário
tanto o ontem como o agora,
e o teu aniversário
é um nascer toda a hora.

E nosso amor, que brotou
do tempo, não tem idade,
pois só quem ama
escutou o apelo da eternidade.
...
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail