Monarquicos.com Monarquicos.com Fórum Monarquicos.com Vídeos Monarquicos.com Adicionar aos Favoritos
Registar Registe-se neste Fórum (Gratuito)   Entrar Entrar no Fórum

iznoguud
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2766

Mensagem Enviada: Sex Fev 05, 2010 12:03     Assunto : A descontextualização dos Valores Monárquicos. Responder com Citação
 
Hoje vivemos um momento de profunda reestruturação do Movimento Monárquico quer ao nível ideológico como ao nível funcional.

Esta profunda reestruturação traduz-se, em parte, na dificuldade de concertação de esforços dentro do próprio Movimento Monárquico entre aqueles monárquicos a que apelidarei de Reformistas e aqueles que apelidarei de Conservadores.
A qual se traduz, até certo ponto, quer na incompreensão do que motiva as diferenças de opinião, como na não aplicação concreta dos Valores intrínsecamente associados a uma Monarquia (Moderna).

O que me leva a crer, fundamentado por N situações de um presente comum à maioria dos Monárquicos, que a não aplicação concreta dos Valores se deve em particular à incompreensão destes por parte dos monárquicos.
Ou seja, que as interpretações feitas dos mesmos pelos monárquicos não se adequarão, na minha opinião, ao conceito a que estes Valores estarão associados.

Assim, se podemos afirmar que com toda a certeza todos, ou quase, os monárquicos se revêm nos mesmos Valores que são por norma associados à Monarquia. Se formos a interpretar os conceitos associados a estes e inclusive a aplicabilidade dos mesmos, encontraremos com toda a certeza opiniões bastantes diversas entre monárquicos.
Sendo que é aqui, por norma, que esbarram os diálogos, debates, discussões, etc. entre monárquicos.

Uma vez que as diferenças de interpretação/aplicabilidade por norma são traduzidas enquanto desvios incomportáveis ao modelo ideológico monárquico, conforme este é sustentado por Grupos Ideológicos, Pressão ou simplesmente por opções de um cariz mais Político.
Sendo fácil assim encontrar grandes diferenças na interpretação/aplicação em valores como a DEMOCRACIA ou a LIBERDADE (de Expressão, a título de exemplo). Valores estes essenciais à Monarquia (Moderna) que a grande maioria pretende.
Os quais ao se aliarem ao debate, ainda que de baixa intensidade, do papel e subsequentes Poderes do Rei (assim como da sua capacidade de Isenção e da aplicabilidade desta), vão colocar toda a doutrina associada à Monarquia conforme esta é defendida pelo Movimento Monárquico, actualmente, uma vez que este (como qualquer entidade composta por Seres Humanos) com o passar do tempo encontrará dentro de si elementos que desejarão "actualizar" (permitam-me esta expressão) tais visões doutrinária a uma actualidade (aos quais apelidei de Reformistas), enquanto que outros (inicialmente numa posição de maioria absoluta e com o passar dos tempos, normalmente a recair para uma posição minoritária) optam por se manter associados às interpretações até esse momento em vigor (aos quais apelidei de Conservadores).

Assim é fácil encontrar posições, entre Reformistas e Conservadores, que serão olhadas de uma mesma forma por ambos os campos ao mesmo tempo que em outras opções, as visões dos mesmos estarão diametralmente opostas.

Bastando para isso recordar os casos recentes de índole Social que foram alvo de debate/discussão pela Sociedade Civil, como é o caso da I.V.G., Laicidade do Estado e até do alargar do Casamento Civil a casais do mesmo sexo.
Estes exemplos servem para exemplificar o distânciamento crescente entre as visões daqueles monárquicos mais conservadores e daqueles que se afirmam enquanto mais reformistas.

Não é a minha função, aqui, a de procurar indicar quem terá ou deixará de ter razão. Antes este meu texto serve apenas a função de alertar para algo que é, creio, a todos mais que visível. Que é a de que o Movimento Monárquico tal como está, se encontra em mutação e que cabe aos monárquicos procurar consensualizar e contextualizar aquilo que se pretende para um futuro de curto a médio prazo e que seja, tanto quanto o possível, o mais próximo o possível dos Portugueses. Povo que procuramos/desejamos representar na íntegra.
Pedindo a todos que pensem no que se tem passado e naquilo que poderá ser feito por forma a que as necessárias discussões e debates ocorram, na medida dos possiveis, num ambiente o mais correcto e digno o possível por forma a dignificar todos aqueles que neste participam, chamar mais para no mesmo participarem e servir de exemplo a todos aqueles que nos procuram do que é ser-se monárquico, de verdade, em Portugal.

IzNoGuud
_________________

 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular