Monarquicos.com Monarquicos.com Fórum Monarquicos.com Vídeos Monarquicos.com Adicionar aos Favoritos
Registar Registe-se neste Fórum (Gratuito)   Entrar Entrar no Fórum

Beladona
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2655
Local: Algarve
Mensagem Enviada: Sex Set 03, 2010 23:19     Assunto : Stephen Hawking descarta Deus na equação do universo Responder com Citação
 
in: P�blico de 02-09-2010

Novo livro do f�sico � publicado este m�s

Stephen Hawking descarta Deus na equa��o do universo

Dias antes da publica��o do novo livro de Stephen Hawking, o jornal The Times avan�a um excerto da obra onde o f�sico ingl�s defende que a lei da gravidade � suficiente, por si s�, para a cria��o deste e de outros universos e que, por isso, n�o � necess�rio "invocar Deus".

"Devido � exist�ncia de uma lei como a da gravidade, o universo pode criar-se a partir do nada. A cria��o espont�nea � a raz�o pela qual h� algo em vez de nada, porque o universo existe, porque n�s existimos", l�-se no excerto do livro assinado por Hawking e pelo f�sico norte-americano Leonard Mlodinow. "N�o � necess�rio invocar Deus para premir o gatilho e p�r o universo em marcha", argumenta o f�sico.

Estas declara��es s�o uma novidade na linha de pensamento de Hawking, que no seu grande �xito de 1988, "Uma breve hist�ria do tempo", revelava uma posi��o diferente: "Se descobr�ssemos uma teoria completa [do universo], seria o derradeiro triunfo da raz�o � porque assim conhecer�amos a mente de Deus".

Em 1992, a descoberta de um planeta que gira � volta de outra estrela que n�o o Sol chamou a aten��o de Hawking. "Isso torna a coincid�ncia das condi��es do nosso planeta � um �nico Sol, a sorte da combina��o da massa solar e da dist�ncia da Terra ao Sol � muito menos extraordin�ria e muito menos convincente como prova de que a Terra foi cuidadosamente desenhada para fazer as vontades aos seres humanos", disse o f�sico, citado pelo The Guardian.

O manuscrito tem como t�tulo "The Grand Design" e vai ser editado a 9 de Setembro. O livro pretende explicar mist�rios como o Big Bang ou a exist�ncia de outros universos.

H� poucas semanas, Hawking foi not�cia por defender que a humanidade deveria procurar nos pr�ximos 200 anos outro planeta para viver, devido � forma como os recursos terrestres est�o a ser utilizados.
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail

iznoguud
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2766

Mensagem Enviada: Seg Set 06, 2010 14:04     Assunto : Responder com Citação
 
Eu sou Ateu, como todos muito bem sabem.

Assim, creio que esta afirmação apenas vem teorizar uma vez mais, sobre o "acaso" da "criação", empurrando (se assim o quiserem) a fronteira do "divino" uns quantos passos mais para o longínquo.

Creio que, para aqueles que necessitam de uma entidade "superior" pela razão que for, continuará sempre a existir espaço para que deus/deuses/entidades/etc. existam. Quanto muito, tal como já o disse, ficando o papel deste cada vez mais confinado a uma única acção (a da criação/momento da criação) uma vez que haverá sempre a questão relativa ao momento do nascimento, do pós e do antes do próprio Universo.

Creio que Hawking, quando afirmou "Se descobríssemos uma teoria completa [do universo], seria o derradeiro triunfo da razão – porque assim conheceríamos a mente de Deus". Nada mais estava a afirmar, para um Ateu, que ao se descobrir o "mecanismo" de funcionamento do Universo se estaria a descobrir a "mente de deus", logo que se conseguiria provar (inequivocamente) que este não existia. É claro que para os crentes, a interpretação destas mesmas palavras terá um significado oposto aquele que acabei de afirmar Razz

Tal afirmação apenas vem ser "confirmada", segundo as investigações teóricas do Sr. Hawking, quando este afirma que "Devido à existência de uma lei como a da gravidade, o universo pode criar-se a partir do nada. A criação espontânea é a razão pela qual há algo em vez de nada, porque o universo existe, porque nós existimos", lê-se no excerto do livro ... "Não é necessário invocar Deus para premir o gatilho e pôr o universo em marcha".

Ou seja, que de uma forma crescente e mediante a interpretação dos dados que vão surgindo ao longo dos tempos, cada vez mais a posição de "deus" se vai tornando "descartável", da mesma forma como os espaços em branco nos mapas de outrora nos quais estavam indicados "...aqui há monstros...", foram deixando de existir. E no entanto, ainda, há quem acredite nestes Twisted Evil

IzNoGuud
_________________

 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular