Monarquicos.com Monarquicos.com Fórum Monarquicos.com Vídeos Monarquicos.com Adicionar aos Favoritos
Registar Registe-se neste Fórum (Gratuito)   Entrar Entrar no Fórum

Patena
Monárquico
Monárquico


Offline
Mensagens: 678

Mensagem Enviada: Seg Jan 05, 2009 23:13     Assunto : Dom Rosário, o Grão-Mestre das Ordens Dinásticas Responder com Citação
 
No decurso dos últimos dias, alguns novos vídeos têm sido dados à estampa no famoso website internacional Youtube: deixo-vos dois deles, e que me parecem muito pertinentes no momento em que estamos a viver, nos quais poderão confirmar que o Grão-Mestre das Ordens Dinásticas e de Cavalaria da Casa Real de Portugal (e, consequentemente, a única pessoa com legitimidade para reconhecer, outorgar e revalidar títulos nobiliárquicos) é S.A.R. Dom Rosario Poidimani de Saxe-Coburgo-Gotha e Bragança, o Príncipe Real de Portugal e XXII Duque de Bragança. É também explicado o processo de reconhecimento da nobreza nas pessoas: a verdadeira nobreza, e não a nobreza faz-de-conta (tantas vezes reconhecida pelos outros pretendentes ao trono apenas com vista à angariação de mais apoiantes).

http://www.youtube.com/watch?v=1KULWpprzoY

http://www.youtube.com/watch?v=sThyD9m0DtE
_________________
PauloPatena
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail MSN Messenger

Gonçalo de Albuquerque
Monárquico
Monárquico


Offline
Mensagens: 188
Local: Vale de Milhaços
Mensagem Enviada: Ter Jan 06, 2009 20:58     Assunto : Responder com Citação
 
Cara Patena,

Existe uma diferença clara entre Nobreza de espírito e nobreza de títulos.

As duas são de tal modo diferentes, que compará-las, não só é errado como é inutil.

Nos dois videos que nos mostra, não vi ou não percebi, como é que é possível dizer:

Citação:
nos quais poderão confirmar que o Grão-Mestre das Ordens Dinásticas e de Cavalaria da Casa Real de Portugal (e, consequentemente, a única pessoa com legitimidade para reconhecer, outorgar e revalidar títulos nobiliárquicos) é S.A.R. Dom Rosario Poidimani


Também há muitos videos a dizer que D. Duarte é o legitimo rei e que, etc...

Qual a validade dessas opiniões tão diferentes? Nenhuma. Quem decide é o Povo Português, e só este, depois de decidir sobre quem é o legitimo herdeiro ao trono português, é que valida e confirma as legitimidades para reconhecer, outorgar e revalidar títulos nobiliárquicos.

Até lá,
Como aos chapéus, também opiniões há muitas. Wink

Cumprimentos,
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail Visitar a homepage do Utilizador

iznoguud
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2768

Mensagem Enviada: Qua Jan 07, 2009 11:30     Assunto : Responder com Citação
 
Eu gostava de saber como é que podem confirmar alguma coisa, uma vez que não foram as Cortes que reconheceram o que havia para reconhecer e este é um papel que cabe apenas a estas?

Já D. Duarte Pio, Duque de Bragança, é o Herdeiro Presuntivo por ser o descendente varão da Casa de Bragança mais próximo de D. Manuel II. E enquanto Herdeiro Presuntivo o mesmo representará a Casa Real Portuguesa até que um sucessor de D. Manuel II seja decidido pelas Cortes, cabendo a este então o sancionar ou não das tomadas de decisão por parte do(s) Herdeiros Presuntivos que o possam ter precedido, na eventualidade de o escolhido não ser D. Duarte Pio ou sua descendência.

Se a minha interpretação estiver incorrecta, por favor que me elucidem.

IzNoGuud
_________________

 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular

papabravo
Utilizador
Utilizador


Offline
Mensagens: 44

Mensagem Enviada: Qua Jan 07, 2009 17:31     Assunto : Responder com Citação
 
iznoguud escreveu:
Eu gostava de saber como é que podem confirmar alguma coisa, uma vez que não foram as Cortes que reconheceram o que havia para reconhecer e este é um papel que cabe apenas a estas?

Já D. Duarte Pio, Duque de Bragança, é o Herdeiro Presuntivo por ser o descendente varão da Casa de Bragança mais próximo de D. Manuel II. E enquanto Herdeiro Presuntivo o mesmo representará a Casa Real Portuguesa até que um sucessor de D. Manuel II seja decidido pelas Cortes, cabendo a este então o sancionar ou não das tomadas de decisão por parte do(s) Herdeiros Presuntivos que o possam ter precedido, na eventualidade de o escolhido não ser D. Duarte Pio ou sua descendência.

Se a minha interpretação estiver incorrecta, por favor que me elucidem.

IzNoGuud


Caro Iznoguud,

Na minha opinião, o sr. D. Duarte, não é o herdeiro presuntivo, mas um herdeiro presuntivo !
Por isso, há quem não lhe reconheça a representação da Casa Real Portuguesa, invocando, quanto mais não seja, o banimento e a proscrição da linha Miguelista conforme por nós já amplamente debatido anteriormente.

Cumprimentos
Papabravo
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular

papabravo
Utilizador
Utilizador


Offline
Mensagens: 44

Mensagem Enviada: Qua Jan 07, 2009 17:32     Assunto : Responder com Citação
 
Gonçalo de Albuquerque escreveu:
Cara Patena,

Existe uma diferença clara entre Nobreza de espírito e nobreza de títulos.

As duas são de tal modo diferentes, que compará-las, não só é errado como é inutil.

Nos dois videos que nos mostra, não vi ou não percebi, como é que é possível dizer:

Citação:
nos quais poderão confirmar que o Grão-Mestre das Ordens Dinásticas e de Cavalaria da Casa Real de Portugal (e, consequentemente, a única pessoa com legitimidade para reconhecer, outorgar e revalidar títulos nobiliárquicos) é S.A.R. Dom Rosario Poidimani


Também há muitos videos a dizer que D. Duarte é o legitimo rei e que, etc...

Qual a validade dessas opiniões tão diferentes? Nenhuma. Quem decide é o Povo Português, e só este, depois de decidir sobre quem é o legitimo herdeiro ao trono português, é que valida e confirma as legitimidades para reconhecer, outorgar e revalidar títulos nobiliárquicos.

Até lá,
Como aos chapéus, também opiniões há muitas. Wink

Cumprimentos,


Muito bem ! 0clap 0clap 0clap
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular

iznoguud
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2768

Mensagem Enviada: Qua Jan 07, 2009 19:02     Assunto : Responder com Citação
 
papabravo escreveu:
Caro Iznoguud,

Na minha opinião, o sr. D. Duarte, não é o herdeiro presuntivo, mas um herdeiro presuntivo !
Por isso, há quem não lhe reconheça a representação da Casa Real Portuguesa, invocando, quanto mais não seja, o banimento e a proscrição da linha Miguelista conforme por nós já amplamente debatido anteriormente.

Cumprimentos
Papabravo


Meu caro papabravo, aí entramos no âmbito da discussão legal. Situação a qual creio, e presumo que o Sr. também, caber às Cortes ou equivalente quando estas eventualmente se reunirem para debater esta questão.

Em todo o caso, mantenho o "O" no Pretendente Presuntivo uma vez que Presuntivo apenas pode ser um, sendo os demais apenas Pretendentes.

No fundo todos serão apenas Pretendentes, mas aquele que por ligação familiar estiver mais próximo do último Monarca, independentemente de estar habilitado ou não a ser o seu Sucessor, será o Presuntivo. Pelo menos no meu entender, admito no entanto que até possa estar errado.

Abraço e é bom tê-lo de volta,

IzNoGuud
_________________

 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular

papabravo
Utilizador
Utilizador


Offline
Mensagens: 44

Mensagem Enviada: Qua Jan 07, 2009 19:23     Assunto : Responder com Citação
 
iznoguud escreveu:
papabravo escreveu:
Caro Iznoguud,

Na minha opinião, o sr. D. Duarte, não é o herdeiro presuntivo, mas um herdeiro presuntivo !
Por isso, há quem não lhe reconheça a representação da Casa Real Portuguesa, invocando, quanto mais não seja, o banimento e a proscrição da linha Miguelista conforme por nós já amplamente debatido anteriormente.

Cumprimentos
Papabravo


Meu caro papabravo, aí entramos no âmbito da discussão legal. Situação a qual creio, e presumo que o Sr. também, caber às Cortes ou equivalente quando estas eventualmente se reunirem para debater esta questão.

Em todo o caso, mantenho o "O" no Pretendente Presuntivo uma vez que Presuntivo apenas pode ser um, sendo os demais apenas Pretendentes.

No fundo todos serão apenas Pretendentes, mas aquele que por ligação familiar estiver mais próximo do último Monarca, independentemente de estar habilitado ou não a ser o seu Sucessor, será o Presuntivo. Pelo menos no meu entender, admito no entanto que até possa estar errado.

Abraço e é bom tê-lo de volta,

IzNoGuud


Se considerar que o herdeiro presuntivo apenas pode ser um (presuntivo - que pode presumir-se, provável), então, e do meu ponto de vista, o sr. D. Duarte não é o herdeiro presuntivo, mas um dos pretendentes, já que nada o coloca em precedencia relativamente ao sr. Duque de Loulé, para alem de uma inverdade mil vezes repetida, mas que nem por isso ganha foros de verdade.

Aliás, se não houvesse duvidas, não haveria, como admite, a necessidade das Cortes decidirem, mas tão só de o confirmarem !

Grato pelo abraço de boas vindas, mas, não me tem de volta, pela razão que nunca me ausentei ! Infelizmente, nem sempre disponho é de tempo para estas coisas...!

Outro abraço !
Papabravo
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular

iznoguud
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2768

Mensagem Enviada: Qua Jan 07, 2009 22:20     Assunto : Responder com Citação
 
papabravo escreveu:
Se considerar que o herdeiro presuntivo apenas pode ser um (presuntivo - que pode presumir-se, provável), então, e do meu ponto de vista, o sr. D. Duarte não é o herdeiro presuntivo, mas um dos pretendentes, já que nada o coloca em precedencia relativamente ao sr. Duque de Loulé, para alem de uma inverdade mil vezes repetida, mas que nem por isso ganha foros de verdade.


Bem, eu neste caso colocaria D. Duarte Pio enquanto descendente de D. Miguel irmão de D. Pedro IV, sendo que os Loulé serão descendentes de uma irmã de D. Pedro IV, logo encontrando-se ao mesmo nível. No entanto D. Duarte Pio é descendente de um varão e D. Pedro Folque de uma mulher, passando assim pelas Leis da Sucessão Portuguesas à frente.

Agora entra a questão da Lei do Banimento, bem sei... mas a questão em cima da mesa é se esta ainda está em vigor ou não, uma vez que estamos em República e a haver uma mudança para um Regime Monárquico, este acontecerá sob os auspícios da República e assim ter-se-á de verificar SE as Leis que esta promulgou relativamente à matéria têm ou não de ser tomadas em conta.

Já outra coisa seria a ocorrência de um Golpe de Estado, como o que aconteceu a 5 de Outubro de 1910, o qual implantasse um Regime Monárquico.

Pelo menos é essa a imagem que eu faço desta confusão toda.

Não sei se concorda com a minha opinião?

papabravo escreveu:
Aliás, se não houvesse duvidas, não haveria, como admite, a necessidade das Cortes decidirem, mas tão só de o confirmarem !


Quem passa a vida a reclamar por Cortes para resolver esta salganhada sou eu Wink

Para o normal Duartista, acabei de me apelidar de um Duartista "anormal", esta questão estará resolvida.

Eu, que me afirmo enquanto Liberal e fiel à Casa de Bragança, na pessoa de D. Duarte Nuno após a morte de D. Manuel II logo igualmente de Duartista, é que tenho a mania de insistir na realização de Cortes, o mais depressa o possível, por forma a solucionar este imbróglio (apesar de saber que não estou só na defesa da realização de Cortes).

IzNoGuud
_________________

 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular

Patena
Monárquico
Monárquico


Offline
Mensagens: 678

Mensagem Enviada: Qui Jan 08, 2009 23:59     Assunto : Responder com Citação
 
Neste tópico faz falta esclarecerem que o Sr. Duarte Pio não é o parente mais próximo do D. Manuel (e que nem parente já é)
que não se podem formar Cortes constituídas por nobres faz-de-conta, otherwise em Leis de Sucessão a D. Maria Pia também era filha de varão, logo estaria sempre à frente do Duarte Pio
_________________
PauloPatena
 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular Enviar E-mail MSN Messenger

iznoguud
Regente
Regente


Offline
Mensagens: 2768

Mensagem Enviada: Sex Jan 09, 2009 17:18     Assunto : Responder com Citação
 
Patena escreveu:
Neste tópico faz falta esclarecerem que o Sr. Duarte Pio não é o parente mais próximo do D. Manuel (e que nem parente já é)
que não se podem formar Cortes constituídas por nobres faz-de-conta, otherwise em Leis de Sucessão a D. Maria Pia também era filha de varão, logo estaria sempre à frente do Duarte Pio


Meu caro, a ver vamos e lançando questões e opiniões em separado.

1º Em 1932 quem eram os familiares oficialmente conhecidos mais próximos a D. Manuel II, contando com os elementos banidos da Linhagem de D. Miguel? Recordo-lhe que os papeis apresentados à posteriori pela Sra. na qual o Sr. Patena coloca a sua opção para além de ainda não terem sido provados verdadeiros, levantam igualmente sérias dúvidas quanto à legitimidade dos mesmos, para além de que não validariam a mesma mesmo que esta fosse filha de D. Carlos, uma vez que seria bastarda!

2º É ou não D. Duarte Pio descendente de D. Miguel e este irmão de D. Pedro IV e por favor não me venha com ladainhas do estilo que D. Miguel não seria filho de D. João VI pois isso não passa de publicidade da Guerra Civil?

3º As Cortes a serem formadas, se-lo-ão consoante se encontram estipuladas nas Leis Monárquicas Portuguesas, quanto muito sendo adaptadas ao Presente Português. Nas Cortes não há "Faz-de-Contas", "Olarilolés" ou "Mafiosos" e sim aqueles que se apresentam perante os Portugueses e aqueles que estão incumbidos de escolher de entre os mesmos e se aquele no qual o Sr. Patena colocou a sua opção não aceitar tal facto, então contente-se em se retirar de cena uma vez que não se brinca de ânimo leve com os desejos de uma Nação e ninguém será Rei de Portugal de outra forma. Entendidos?

IzNoGuud
_________________

 
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Utilizadores Enviar Mensagem Particular