Encontro ibérico de organizações cristãs de homossexuais em Évora

Discussão geral sobre actualidades relacionadas com a monarquia.

Moderador: Beladona

Avatar do Utilizador
longair
Monárquico
Monárquico
Mensagens: 2205
Registado: 23 de abril de 2007 às 19h51
Localização: Odivelas/VFX
Contacto:

Mensagem por longair »

:) se forem ao abismo historico de Portugal iram ver que no inicio Portugal era cristão :) o catolicismo surgiu depois derivado de certas necessidades promessas e receios politico/militares. :) :mrgreen:
C. Longair

vm
Monárquico
Monárquico
Mensagens: 245
Registado: 24 de abril de 2007 às 20h53

Mensagem por vm »

Epa isso, é das tais coisas, cada um faz o que quer e o que a sua consciencia manda. A Igreja tem as suas regras, e quem quer segue, quem não quer não segue. Agora forçar quem tem uma religião a alterar a sua crença para servir os interesses de minorias, isso sim, é estupido.

Avatar do Utilizador
longair
Monárquico
Monárquico
Mensagens: 2205
Registado: 23 de abril de 2007 às 19h51
Localização: Odivelas/VFX
Contacto:

Mensagem por longair »

:) então não percebo porque a maioria catolica quer alterar os ideais de quem não os serve somente por interesse da congrua :mrgreen:
C. Longair

vm
Monárquico
Monárquico
Mensagens: 245
Registado: 24 de abril de 2007 às 20h53

Mensagem por vm »

Então ams não é logico que quem acredita em Deus e na sua palavra deseje que os outros o façam? Não é isso lógico? Não vejo onde está a dificuldade.

Avatar do Utilizador
Beladona
Regente
Regente
Mensagens: 2990
Registado: 23 de abril de 2007 às 17h13
Localização: Algarve

Mensagem por Beladona »

Caro VM,

Já reparei que gosta de jogar com as palavras...mas, em frente.

Divisão sim! Entre Estado/Governo e Religiões. Pois uns governam o que é deste mundo, incluindo como é lógico TODOS os homens. Os outros governam o que é do espírito e só ALGUNS, aqueles que os seguem. Por conseguinte, os interesses e a abrangência são substancialmente diferentes.

Os católicos, assim como quaisquer outros praticantes de outras religiões e filosofias existentes e legalizados, têm todo o direito à prática, demonstrações e promoções das mesmas dentro do respeito e do acentimento de quem por ventura as queira receber e com a plena consciência daquele que está a aceder às mesmas.

Meu caro, posições religiosas são uma coisa que não poderão interferir na consciência e livre arbítrio das pessoas.

Partindo da separação que acima mencionei, o que se pode considerar por justo?

O que para si pode ser justo, para mim pode não o ser, há muitas variantes do que se possa considerar por justo.

Será justo por exemplo, sabendo-se o que se sabe hoje sobre a SIDA, que se promova a não utilização do preservativo em diversos países e não só? Isto é justo?

Será justo olhar-se para o casamento entre duas pessoas SÓ com o fito da procriação ? Onde ficam o amor e a atração ? E quando se têm já os filhos que se subentendeu ter, como é? Ficam os casais a olhar para as paredes? Sou pouco afecta a cinismos...

Será justo, proibir-se a IVG arbitrariamente, mesmo que existam problemas flagrantes de incapacidade de autonomia de um novo ser vivo? Ou porque houve uma violação e a mulher não está interessada em ter essa criança? Ou porque uma família já não pode suportar mais uma boca? Ou porque uma menina foi violada ou na sua inocência engravidou? Isto é justo? Quem somos nós para acusar ou apontar alguém?

Será justo que se marginalizem seres humanos por serem homossexuais? Isto é justo? É justo que não possam usufruir do que todos em sociedade poderão usufruir se assim o entenderem?
`
É justo o que apontei à luz da sociedade de hoje e dos conhecimentos que temos, haver ainda posições destas? Posições que interferem e muito nas vivências de muita gente, de muitas famílias, etc., etc.

Termino por aqui os meus exemplos mas haveria muitos mais para salientar.

É obrigação de quem pratica, neste caso, o catolicismo, de seguir as normas e regras do mesmo, desde que estas, volto a dizer, não interfiram nas suas opções de consciência. Acima de tudo, o crente é uma pessoa com fé na sua crença, pois só assim terá conforto espiritual.

A sexualidade é algo de inato ao ser humano e muito belo, não é um acto vergonhoso, desde que praticada com pleno acentimento entre seres adultos, com plena consciência e conhecimento das partes, indiferentemente das opções escolhidas, desde que também se respeitem terceiros, não interferindo nas vidas destes com a nossa própria vida.

Beladona

vm
Monárquico
Monárquico
Mensagens: 245
Registado: 24 de abril de 2007 às 20h53

Mensagem por vm »

Eu não gosto de jogar com palavras, o que acho é que quem é crente é porque acredita em deus e nos seus ensinamentos, presentes na Biblia e outros textos sagrados.

Assim, o que se passa é que a separação entre Estado e Igreja deve existir (ateé porque Estado e Igreja têm funções diferentes) mas os católicos têm a obrigação de procurar que as leis que definem a nossa vivência em sociedade reflictam aquilo em que acreditam.

Agora é a tal coisa, se somos todos santos? não , mas o verdadeiro católico é a isso que aspira.

Porque oh Beladona, vai-me dizer que não tem lógica que um católico que é contra o aborto ou o casamento gay, exactamente porque vai contra contra aquilo em que acredita deve ficar calado? Então que democracia é esta. Quem tem outras visões também as expressa, logo os católicos têm a obrigação de também eles se expressarem.

As regras e costumes da Igreja têm 2000 anos (ou mais se contarmos com as influências de outras religiões e instituições anteriores). Assim, se calhar a Igreja sabe o que diz e porque certas coisas são como são , porque essas normas decorrem da experiência que outras instituições, mais recentes não têm.

A questão não deve ser o sim ou não do preservativo mas sim o que andam as pessoas a fazer. Se calhar não é muito favorável à estabilidade da sociedade a prevalencia de certos comportamentos. Mas isso é que não convém dizer.

Avatar do Utilizador
longair
Monárquico
Monárquico
Mensagens: 2205
Registado: 23 de abril de 2007 às 19h51
Localização: Odivelas/VFX
Contacto:

Mensagem por longair »

:) mais uma vez observo que a religião intrefere na evolução do ser humano, pode ser um codigo de conduta de aceitação social mas não é a explicação para muitos acontecimentos mundiais e sociais :) não desejo impor nada aos catolicos pois não comungo das suas(catolicas) imposições mas jamais aceitarei qualquer intreferencia na liderança de um pais de qualquer religião por mais numerosa nacional ou mundialmente pois a catolica serve o papa e o vaticano não cede nada para minurar a pobresa no mundo pois la continua com os seus bancos e segredos muito bem guardados, para mim ou se serve a Pátria e ao Rei pois se se servir a mais algum outro não se esta a servir a Pátria bem, tipo agente duplo e isso não interessa à Nação . :mrgreen:
C. Longair

Elanor
Utilizador
Utilizador
Mensagens: 46
Registado: 20 de maio de 2008 às 00h38

Mensagem por Elanor »

vm Escreveu:A Igreja não tem de se ajustar a nada, porque a Igreja não é um partido político que adapta as suas bases ao que convém. A Igreja, baseia-se em principios considerados sagrados para quem neles acrecitam, inscritos nas escrituras e textos sagrados.
Nesse ponto estou de acordo consigo. Mas quando falei em "ajustar" não estava a pôr em causa os textos sagrados.
Acontece que muitas regras, ou leis da Igreja Católica, como sabe, foram criadas ao longo dos tempos e não estão escritas na Bíblia. São algumas dessas leis ou regras que ponho em causa. Sou livre de não concordar com elas, e acredite que há muitos católicos que partilham a minha opinião . O senhor pode agora concluir que eu e essas pessoas não somos verdadeiramente católicos. Pode ter razão , eu própria já não sei... Mas o Deus em que acredito não é um Deus repressor e castigador, mas sim um Deus que, tal como disse antes, nos ama a todos independentemente das diferenças.
Sem querer dar lições de catequese, porque não estou habilitada a isso, foi o próprio Jesus Cristo o primeiro a aproximar-se dos marginalizados e a tratá-los como iguais. E também, tanto quanto sei, nunca nos deu lições acerca de como viver a nossa sexualidade.

Elanor

vm
Monárquico
Monárquico
Mensagens: 245
Registado: 24 de abril de 2007 às 20h53

Mensagem por vm »

Sim, sei que muitos preceitos foram determinados pela Igreja e não directamente por Jesus Cristo ou pelos profetas, no entanto essas determinações são decorrentes da análise e aplicação do que está nesses textos sagrados. Não há 'invenções' do zero, tudo é definido tendo por base a análise comparada com outras situações e com os preceitos básicos defendidos pela fé cristã. Claro que não era possível a biblia falar, por exemplo, de células estaminais, mas fala sobre o valor da vida. Quanto aos gays, bem isso, pode encontrar muitas referências sobre a matéria em diversos livros contidos na Bíblia. Portanto aí o caso é bem mais pacífico e não está sujeito a 'interpretações'. Quanto ao Deus misericordioso, isso também depende se está a ler o Antigo ou o Novo Testamento, porque encontrará diferenças significativas sobre essa matéria.

Assim e para terminar a minha participação neste assunto, se quem é comunista ou socialista pode defender e interferir na gestão do país, porque não pode um católico, seja de direita ou de esquerda, procurar também ele influenciar e dirigir a sociedade no caminho que considera correcto. Ou será que os católicos têm de pensar... 'eu acho istro mas não posso dizê-lo porque é coincidente com a posição da Igreja'???? Tenham dó, quanto mais insistirem nesta tecla, maior será a reacção ... é sempre assim, e a história não engana. Se querem tolerância têm de ser tolerantes.

Avatar do Utilizador
Tygana
Utilizador
Utilizador
Mensagens: 57
Registado: 24 de abril de 2007 às 22h58

Mensagem por Tygana »

Boas a Todos! :)

Exponho de seguida a minha modesta opinião ...

Compreendo que seja de facto frustrante acreditar numa religião e esta mesma repugnar seres humanos que divergem na sua orientação sexual..
(entre outras coisas mais..mas neste aspecto falamos so dos homossexuais)...
Isto porque sinceramente não me recordo de ver algum texto sagrado que refira que não se pode ser homossexual...
já desde muuuitoooo tempo que eles existem e pelos vistos não houve grande problema, era até bastante banal...
Nem Deus os referiu nos 10 Mandamentos, portanto não deveria ser assim tão grave... :lol:

Jesus Cristo disse por varias vezes: "Amai-vos uns aos outros..", e neste aspecto acho que ele se referia a todos os seres humanos; inclusivé ele até demonstrou que não tinha problemas em "aceitar" uma prostituta...etc O que me leva a entender que o sentimento...a essência da pessoa é que era o mais importante.

Sinceramente ser se Homossexual não implica ter uma essencia negativa...visto que esta mesma essencia podera correr em cada um de nós se assim enveredarmos por esse mesmo caminho negativo.

Se o Amor é a palavra chave, então não percebo essas ditas regras criadas à posteriori pelos homens surgindo apartir daí varias vertentes do catolicismo..etc... Na minha prespectiva a base é a mesma em todas as religiões..uma filosofia de vida bastante positiva... :)

Mesmo em relaçao as varias transcriçoes feitas...tendo ja sido verificado erros nas mesmas...falta de documentos..ou mesmo alguns retirados ...por interesses na altura..etc..etc

Sendo assim a Biblia e os seus textos sagrados...tem mto que se lhe diga.

Era sagrado que Adão e Eva foram os 1ºs seres humanos na Terra...
E..depois..afinal..era só uma metafora...e ja foi dado pedido desculpas pela Religião catolica e outros...coitado do Darwin...só agora é q ja lhe deram as desculpas...

Outro exemplo...A Terra no centro do Mundo!..Era Sagrada esta ideologia Cristã...coitados dos que pensavam o contrario...Tenho pena do Copernico que passou por tanto para tentar provar a sua descoberta que afinal..era louco..pois estava escrito nos textos sagrados que não ...

Quantos seres humanos foram parar à fogueira por ter uma ideologia diferente da Religião catolica..que se achava acima disso tudo...que era perfeita..mas como é possivel..algo recriado pelo o homem ser 100% certo ou correcto....

Por isso essas transcriçoes..essas metaforas..elas todas foram depois actualizadas pela religião ..pois...chegaram à conclusao que nem tudo tem de ser interpretado à letra...

Por isso continuo a não pereceber esse fecho que criam...em vez de olhar pelo ser humano do que é..ou das boas intençoes deste a entrar na sua casa ,na sua igreja...ignoram ou enxotam como se tivesse lepra...acho que se Jesus tivesse cá nos tempos de hoje..seria mais mente aberta e "moderno" que muitos que o dizem representar.

A propria Igreja tem nela os seus ditos "pecados"...que aponta aos outros...sabemos todos da existencia de padres,bispos..etc... gays... e mesmo assim continuam a servir Deus ...(sem qualquer problema) visto que isso não os impede de fazer a sua demonstraçao do bem ao povo... acho que era o mesmo que dissessemos..olha és gay nao podes trabalhar...porque não gostamos disso..és incapacitado para trabalhar...de uma certa forma :lol:
(Deviam ter atençao aos crimes cometidos pelos pedofilos)

Uma Religião com tanto erros so demonstra que nada é certo, e que essas mesmas regras terao vezes sem conta de ser visionadas...

A Parte do Multiplicai-vos devia ser so naquela altura que seria a intenção de popular a terra..mas acho q neste momento ja estamos com a terra super populada...portanto acho que ja atingimos a parte do multiplicai-vos....e não esquecer dos recursos....daqui a pouco nem agua temos para todos..deixa de haver os recursos necessarios para a nossa existencia...sera q Deus pretendia isso?...

Acho que deverá haver um equilibrio em tudo...chego à conclusao que muitas das guerras, doenças,etc. existentes é mesmo com a intençao de não nos propagarmos tanto..daqui a pouco somos uma praga de nós próprios...

Portanto, sermos gays ou não ...acho que a religiao tem sim de se adaptar a sociedade, pois essa mesma religião n é certa e as mudanças, novas eras,,etc assim o exigem...se tudo evolui...a religiao também tera de acompanhar...pois se estagnar... já não terá qualquer logica a certo ponto nas regras que defende.

Seria mais simples se ela tentasse passar o mais importante...a paz, o Amor incondicional e a compreensão entre todos...seja raças, orientaçoes sexuais, religiosas, etc

E com isto tudo estendi-me... :lol:

Cumprimentos a Todos! :)
Tygana / Tatiana

"Uma coisa é achar que se está no caminho certo, a outra é achar que esse é o único."

Responder